José Manuel Coelho apela à desobediência civil

O presidente do PTP-M, José Manuel Coelho, anunciou hoje que o partido vai lançar em Janeiro "uma grande campanha de desobediência civil" para fazer o Governo Regional recuar em algumas das medidas de austeridade.

"Vamos apelar à desobediência civil no sentido das pessoas não pagarem as contas da água e da luz durante um ou dois meses para o Governo recuar nas medidas", disse, em conferência de imprensa, o líder do PTP-M.

José Manuel Coelho acusa o presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, de "traição" aos madeirenses e portosantenses ao ter aproveitado a época festiva para negociar com a 'troika' e com o Governo da República um pacote de medidas de austeridade para fazer face a uma dívida pública de 6,3 mil milhões de euros.

Para José Manuel Coelho, a alteração do actual estado de coisas "só vai com medidas políticas de luta".

Alberto João Jardim revelou terça-feira a Carta de Intenções para o Plano de Assistência Financeira à Madeira a celebrar entre o Governo da República e o Governo Regional que aponta, entre outras medidas, o aumento dos impostos na Região do IRS, IRC, IVA, do ISP e dos transportes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG