João Proença: Há socialistas a querer colar PS ao PCP e Bloco

O secretário-geral da UGT, João Proença, lamentou hoje que haja militantes do PS que pretendem colar este partido às posições do PCP e do Bloco de Esquerda, numa alusão à polémica interna sobre a revisão do Código de Trabalho.

João Proença falava à entrada para a reunião da Comissão Nacional do PS, depois de interrogado sobre a contestação de vários deputados socialista à proposta do Governo de revisão do Código de Trabalho, que foi objeto de acordo em concertação social.

"Há deputados do PS que acham que devem colar-se às posições do PCP e do Bloco de Esquerda", afirmou o secretário-geral da UGT.

Confrontado com a tese de vários deputados socialistas que sustentam que a proposta do Governo de revisão das leis laborais vai para além do que estava previsto no memorando de entendimento, João Proença recusou em parte que isso aconteça.

"No acordo de concertação social há muitas questões que são melhores do que aquilo que previa o memorando. Para além do memorando, estão as questões dos feriados e das férias", referiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG