Jardim vaiado em inauguração de sede dos escoteiros

O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, foi hoje vaiado à chegada à nova sede da Associação de Escoteiros de Portugal, no Funchal.

"Gatuno", "filho da ...", "carneiro", entre outros, foram alguns dos impropérios que alguns populares chamaram ao presidente do Governo Regional em protesto contra as medidas de austeridade, à sua chegada para a inauguração da sede dos Escoteiros, no Bairro da Nazaré, na freguesia de São Martinho.

Depois de inaugurar a sede e de ter relevado o papel do escutismo junto dos jovens, Alberto João Jardim saiu do edifício e foi novamente insultado pelas mesmas pessoas.

O governante resolveu, então, sair do carro e dirigir-se ao outro lado da rua a um grupo de cerca de 20 pessoas e nessa ocasião ripostou: "não vale pena ladrarem, porque ainda não aprenderam a ser cachorros".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG