Jardim falta ao debate da moção de censura

Jaime Freitas, secretário regional da Educação, é o único membro do governo regional que se prepara para entrar no hemiciclo em defesa do governo regional.

Normal 0 21 false false false PT X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4

Depois da moção de confiança defendida ontem por Alberto João Jardim, hoje é o dia de uma moção de censura apresentada pelo PTP (Partido Trabalhista Português), liderado por José Manuel Coelho. De acordo com o documento, o atual governo "não tem condições para continuar" porque "não disse a verdade aos eleitores nem cumpre com o que prometeu" para além de, ao longo de décadas, ter "viciado as campanhas eleitorais" e usado "o caciquismo", "traindo o Estado de Direito" ao "não cumprir com as mais elementares normas de legalidade e transparência".

Para o PTP, "cada dia que este governo (liderado por Alberto João Jardim) está à frente dos destinos desta região é um pesadelo para o seu povo e para a economia regional".

Amanhã, será a vez do PS/Madeira apresentar, também, uma moção de censura ao governo.

Neste momento, o presidente da Assembleia Legislativa, Miguel Mendonça, iniciou os trabalhos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG