Investidores portugueses hipervalorizam risco de falhar

O Presidente da República afirmou este sábado, no Porto, que o "risco de falhar" é uma das pechas dos investidores portugueses.

"Quando se monta um negócio, está a arriscar-se, há sempre o risco de falhar. E em Portugal as pessoas têm medo do risco de falhar, enquanto noutros países falhar é apenas uma etapa do processo", afirmou Aníbal Cavaco Silva.

O chefe de Estado fez este comentário após ouvir a estilista Katty Xiomara explicar as dificuldades por que passou para afirmar o seu projeto empresarial iniciado há 15 anos.

Xiomara, que o Presidente visitou no seu atelier, está a afirmar-se em mercados como o dos Estados Unidos e Japão, mas admitiu que ultimamente tem tido menos sucesso na Europa.

A estilista, que já está a preparar as coleções de 2012, disse que usa 80 por cento de matérias-primas nacionais nas suas peças.

Cavaco Silva cumpre hoje no Porto o segundo e último dia da sexta jornada do Roteiro para a Juventude, dedicada às indústrias criativas.

O Presidente começou por visitar o atelier de design de interiores de Paulo Lobo, aonde contactou com arquitetos e artesãos, e a loja da ALDECO, uma marca portuguesa de tecidos que se tem afirmado no mercado internacional, sobretudo com a coleção "Alma Lusa", inspirada nos descobrimentos portugueses.

Visitou igualmente o a "Casa do Conto, Arts & Residence", um «design hotel» do Porto que combina "a promoção das artes e dos criadores".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG