Soares apoia Costa e arrasa Seguro

Mário Soares afirma que "António Costa é uma nova esperança" que fará esquecer "as hesitações do passado" e a "preocupante indiferença" dos portugueses face ao "partido de Seguro".

O ex-presidente da República já decidiu. "António Costa é uma nova esperança" para o povo e irá "lutar ao lado dele" para derrotar o Governo de Passos Coelho e Paulo portas.

Mário soares escreve num artigo de opinião no Público que o autarca de Lisboa permitirá que o PS "do punho erguido à esquerda e dos socialistas que não têm medo de ser tratados por camaradas, se mobilize para construir um futuro diferente" fazendo esquecer "as hesitações do passado" e a "preocupante indiferença" dos portugueses face ao "partido de Seguro".

Mário Soares afirma que a liderança do atual secretário-geral "mal se tem identificado com a própria identidade do PS" e adverte queAntónio José Seguro deve "saber retirar as consequências da falta de adesão dos eleitores a um estilo nada identificado com o povo".

Mais ainda: Sublinha haver uma "convicção tão generalizada que com o partido de Seguro - que a direita e o Presidente da República e mesmo a troika não desistem de procurar captar - o povo não pode contar".

Depois das criticas a Seguro e dos elogios a Costa, Mário Soares aconselha a direção socialista: os militantes "devem, sem hesitações, ser chamados, no mais curto prazo, a pronunciar-se de forma aberta e democrática, em congresso".

E não deixa de reforçar o conselho endereçado a Seguro: "A natureza livre do PS sempre o levou a nunca resolver os problemas políticos na secretaria".