Seguro formaliza candidatura meia hora depois de Costa

O secretário-geral socialista, António José Seguro, formaliza esta terça-feira a sua candidatura às eleições primárias na sede nacional do PS, meia hora depois de o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, também o fazer.

Tanto António José Seguro, como António Costa, não estarão presentes nos respetivos atos formais de entrega de assinaturas junto do presidente da comissão eleitoral das primárias de 28 de setembro, Jorge Coelho.

O mandatário nacional da candidatura de António Costa, o ex-presidente do Governo Regional dos Açores Carlos César, formaliza a candidatura do autarca de Lisboa pelas 15:30 horas, enquanto o representante de António José Seguro o fará pelas 16:00 horas.

Fonte da candidatura do líder socialista, indicou que António José Seguro apenas anunciará "mais tarde" o seu mandatário nacional.

A aceleração do processo de formalização das candidaturas, que requer a apresentação de um número mínimo de mil assinaturas e de um número máximo de 1500 - bem como a designação de um mandatário nacional, um programa de Governo e um orçamento de campanha -, tem a ver com a possibilidade que se abre a partir desse momento de as candidaturas de António Costa e António José Seguro passarem a poder acompanhar a evolução do processo de recenseamento para as eleições primárias de 28 de setembro.

O recenseamento de simpatizantes, presencialmente ou "online", termina a 12 de setembro.

Exclusivos