Seguro diz que esteve nas negociações "de boa fé"

O secretário-geral do PS, António José Seguro, reafirmou hoje que os socialistas estiveram nas negociações com o PSD e o CDS "de boa-fé", já que "estava em causa o país".

"Como poderíamos ter recusado, se era o nosso país que estava em causa?", perguntou, frisando que o PS "fez tudo, mas tudo, para chegar a um compromisso", acolhendo o pedido do Presidente da República nesse sentido.

No entanto, sublinhou, o PS, ao participar no diálogo com os dois partidos do Governo, "não era para aceitar um acordo qualquer".

O líder socialista intervinha na vila de Penacova, distrito de Coimbra, onde o PS do distrito comemorou hoje o Dia da Federação, com um almoço de militantes simpatizantes.