Seguro claramente contra fim do feriado do 5 de Outubro

O secretário-geral do PS assumiu hoje uma "posição claramente contrária" à eliminação do feriado do 5 de Outubro, em resposta a uma questão dos jornalistas, em São Bento, no final de um encontro com o primeiro-ministro.

Questionado sobre qual é a sua posição sobre a proposta do Governo de eliminar o feriado do 05 de Outubro, António José Seguro respondeu: "A minha posição é claramente contrária a que o feriado do 05 de Outubro seja abolido".

O secretário-geral do PS não quis, contudo, prestar mais declarações sobre este assunto nem sobre "outras questões políticas" por se encontrar na residência oficial de São Bento, onde esteve reunido com o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, a pedido deste, entre as 10h30 e as 12h15 horas.

"Respeitem, por favor, a circunstância em que estou e o local também onde estou", pediu António José Seguro aos jornalistas, depois de ter referido que falou com Passos Coelho sobre "o futuro tratado que está a ser no âmbito da União Europeia" e de ter reiterado as suas posições sobre política europeia.

A comunicação social procurou saber se o secretário-geral do PS tinha sido informado pelo primeiro-ministro sobre o programa de assistência financeira à Região Autónoma da Madeira que hoje vai ser apresentado no Funchal, mas Seguro escusou-se a esclarecer se esse tema esteve ou não na agenda deste encontro.

"Como sabe, esta foi uma reunião por iniciativa do senhor primeiro-ministro e o senhor primeiro-ministro entendeu não divulgar a agenda", justificou Seguro, quando questionado se foi informado sobre o programa de assistência financeiro à Madeira.