Ruas de Lisboa aparecem com nomes de ministros

A toponímia das ruas da Baixa, Avenida da Liberdade e da Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, sofreu durante a noite de hoje uma intervenção satírica, para assinalar os dois anos das eleições legislativas que deram a vitória ao PSD de Passos Coelho. A Avenida da Liberdade despertou esta manhã como Avenida Miguel Relvas, identificado como "herói da liberdade de expressão".

Dizem os promotores não identificados, num email que chegou ao DN, que se trata do "genuíno sentimento dos portugueses [que] é plasmado nesta singela homenagem confirmando o divórcio entre «o que se diz no espaço público» e «o sentimento genuíno dos portugueses»", citando assim Passos Coelho.

O nome do primeiro-ministro passa a "nomear" a Praça dos Restauradores, por se tratar do "restaurador da independência financeira de Portugal". Já o ministro da Economia substitui Fontes Pereira de Melo na toponímia como "grande obreiro da reindustrialização de Portugal".

A Rua da Betesga passou a chamar-se "Rua Carlos Moedas", o secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, apresentado como "zeloso guardião do ajustamento de Portugal". O ministro das Finanças rebatiza a Rua Augusta, como "grande inspirador do Portugal novo". Por fim, António Borges, o conselheiro responsável pelas privatizações, nomeado pelo Governo, "substitui" a Rua do Ouro, por ser "o grande ideólogo da competitividade de Portugal".

Exclusivos