PS quer reunir com todos os partidos a partir de hoje

António José Seguro transmitiu ao Presidente da República a disponibilidade do PS para reunir com todos os partidos políticos a partir das 16.00. Alberto Martins chefia a delegação do PS nestas negociações.

Em comunicado, emitido hoje, o PS diz que transmitiu ontem, às 22.50, a disponibilidade do partido para iniciar o processo de diálogo com vista ao "compromisso de salvação nacional, assente nos três pilares propostos", incluindo, frisa o texto, "a realização de eleições antecipadas em Junho de 2014".

À semelhança do que foi dito por Alberto Martins na primeira reação do PS à repto do Presidente da República e do que foi expresso por António José Seguro no debate do Estado da Nação, na sexta-feira, no Parlamento, o PS reitera "a defesa de que todos os partidos políticos com representação parlamentar deveriam ser convidados a participar".

PCP e do Bloco de Esquerda já disseram que não querem fazer parte destas negociações.

Numa nota adicional, os socialistas dizem que "a indicação do representante do PS só foi transmitida ao Presidente da República depois de conhecidas as declarações públicas de Jerónimo de Sousa e de João Semedo de auto-exclusão dos seus respetivos partidos do processo de diálogo".

O PS acrescenta ainda que "não houve contactos informais entre os três partidos políticos".

O Secretário Geral do PS transmitiu ao Presidente da República a disponibilidade imediata do PS para iniciar o processo de diálogo com vista ao compromisso de salvação nacional, assente nos três pilares propostos.

Indica o Dr. Alberto Martins para chefiar a delegação do PS.

Expressa a disponibilidade do PS para reunir a partir das 16:00 horas de dia 14 de Julho, com todos os partidos políticos que concordem com os três pilares propostos pelo Presidente da República, incluindo a realização de eleições antecipadas em Junho de 2014.

Reitera a defesa de que todos os partidos políticos com representação parlamentar deveriam ser convidados a participar.

Nota: A indicação do representante do PS só foi transmitida ao Presidente da República, depois de conhecidas as declarações públicas de Jerónimo de Sousa e de João Semedo de auto-exclusão dos seus respetivos partidos do processo de diálogo.

Dia 14 de Julho, 12:00 Horas

Até este momento não houve contactos informais entre os três partidos políticos, ao contrário do que garantiam, durante o dia de ontem, vários órgãos de comunicação social.

- See more at: http://www.ps.pt/noticias/noticias/compromisso-de-salvacao-nacional.html#sthash.hDCJIJvj.dpuf

O Secretário Geral do PS transmitiu ao Presidente da República a disponibilidade imediata do PS para iniciar o processo de diálogo com vista ao compromisso de salvação nacional, assente nos três pilares propostos.

Indica o Dr. Alberto Martins para chefiar a delegação do PS.

Expressa a disponibilidade do PS para reunir a partir das 16:00 horas de dia 14 de Julho, com todos os partidos políticos que concordem com os três pilares propostos pelo Presidente da República, incluindo a realização de eleições antecipadas em Junho de 2014.

Reitera a defesa de que todos os partidos políticos com representação parlamentar deveriam ser convidados a participar.

Nota: A indicação do representante do PS só foi transmitida ao Presidente da República, depois de conhecidas as declarações públicas de Jerónimo de Sousa e de João Semedo de auto-exclusão dos seus respetivos partidos do processo de diálogo.

Dia 14 de Julho, 12:00 Horas

Até este momento não houve contactos informais entre os três partidos políticos, ao contrário do que garantiam, durante o dia de ontem, vários órgãos de comunicação social.

- See more at: http://www.ps.pt/noticias/noticias/compromisso-de-salvacao-nacional.html#sthash.hDCJIJvj.dpuf