PS mostra "alternativa" nos dias do congresso do PSD

Os socialistas vão organizar 19 conferências por todo o País no mesmo fim de semana em que os sociais-democratas se reúnem em congresso em Lisboa. É uma "diferenciação política", dizem.

Ao DN, Carlos Zorrinho diz que não há coincidências. "Nos dias em que o PSD valida a sua estratégia de empobrecimento dos portugueses, nós trabalhamos com as pessoas numa alternativa", sublinhou o coordenador do Laboratório de Ideias e Propostas para Portugal (LIPP). Mas recusou a ideia de uma marcação cerrada aos sociais-democratas. "Trata-se antes de uma diferenciação política", defendeu.

Esta "ação de proximidade", explicou Zorrinho, que vai levar o secretário-geral e dirigentes socialistas a todos os distritos (só as regiões autónomas ficam de fora), é uma organização do LIPP com as federações distritais socialistas, "no quadro do movimento Novo Rumo". "É ir ao encontro das pessoas", insistiu, recordando que o Laboratório tem envolvido cerca de dez mil pessoas e a declaração do "Novo Rumo" já foi assinada por duas mil pessoas.

Para cada sessão, as federações indicaram nomes que farão uma intervenção mais local, sobretudo "personalidades independentes", como sublinhou Zorrinho, para além da comunicação de personalidades que têm colaborado com o PS nesta convenção.

Este sábado, em Setúbal, há nova conferência sobre "Conhecimento e Economia do Mar".

Ler mais

Exclusivos