PS e PSD de acordo em descentralizar educação

Líderes dos autarcas dos dois partidos já se reuniram para discutir assunto. Divide-os a forma como processo deve ser feito

Os dois maiores partidos estão de acordo: a descentralização é para avançar. Primeiro a educação, depois o resto. Embora concordem na ideia, o "centrão" discorda na forma. O PSD avançou com projetos-piloto (que os socialistas dizem ser "pouco transparentes"). O PS vai apresentar uma proposta na próxima sexta-feira no Parlamento sobre o assunto (que os sociais-democratas desconhecem).

Numa tentativa de acertarem agulhas sobre este assunto, os líderes dos autarcas de PS e PSD reuniram-se no Parlamento há uma semana e saíram de lá confiantes e com a promessa de manterem o "diálogo". José Luís Carneiro (presidente dos autarcas socialistas, ANA PS) e Álvaro Amaro (presidente dos Autarcas Sociais Democratas) assumiram que eram a favor da descentralização de competências para as autarquias. Ainda há muito que os divide, mas uma coisa é certa: a descentralização será uma realidade em breve, independentemente de quem ganhar as legislativas.

Leia mais pormenores na edição impressa e no e-paper do DN

Exclusivos