PS "deve estar preparado" para crise política

Ex-ministro de Sócrates afasta divergências com direção de Seguro, mas defende que congresso socialista deve ser realizado "antes das autárquicas"

Pedro Silva Pereira recusou hoje qualquer divergência com a direção de António José Seguro, depois de ter pedido um congresso do PS "o mais depressa possível", em entrevista à Rádio Renascença, no que foi interpretado como uma pressão do deputado socialista à liderança socialista.

"O PS vai ter um congresso este ano e, se o PS antecipa o risco de uma crise, deve estar preparado", manifestando-se favorável a que o conclave máximo do partido se realize, por este motivo, "antes das autárquicas".

O próprio secretário-geral socialista anunciou a aceleração dos calendários, notou Silva Pereira. "E isso significa que o PS tem que fazer mais trabalho em cima do trabalho feito", insistiu, retomando uma frase sua, na entrevista. "O que eu disse é a confirmação dos calendários do próprio PS anunciados pelo secretário-geral", disse o ex-ministro do Governo de José Sócrates.

Sobre eventuais candidaturas alternativas a Seguro, no congresso deste ano, Silva Pereira remeteu para os "próprios" e para a "decisão de cada um".

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Política
Pub
Pub