Paulo Rangel satisfeito com pasta de Carlos Moedas

O líder da delegação do PSD ao Parlamento Europeu, Paulo Rangel, afirmou-se hoje muito satisfeito com a atribuição do pelouro da Investigação, Ciência e Inovação ao comissário Carlos Moedas, dado tratar-se de "uma pasta crucial" para o crescimento económico.

Em declarações à Agência Lusa pouco após o anúncio do organograma da futura Comissão Europeia liderada por Jean-Claude Juncker, Rangel considerou que a atribuição da pasta da Investigação ao comissário indicado por Portugal é uma "muito boa notícia para a Europa e para Portugal, pois trata-se de uma pasta que constitui a verdadeira alavanca para o crescimento na Europa".

Apontando que a pasta que coube a Carlos Moeda vai "movimentar um programa financeiro gigantesco", o programa-quadro de investigação e inovação "Horizonte 2020", com um orçamento de cerca de 80 mil milhões de euros para os próximos sete anos, "e um valor estratégico fundamental", Rangel considerou que a atribuição deste pelouro é "muito, muito bom, e um sinal de confiança no país".

O eurodeputado social-democrata, que foi o cabeça-de-lista da "Aliança Portugal" nas últimas eleições europeias, destacou ainda o facto de, "ao contrário das outras pastas, o programa legislativo nesta área estar estabilizado", o que permitirá a Carlos Moedas "trabalhar logo a partir do primeiro dia"."Pode fazer um excelente desempenho", concluiu

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.