PAN promete ser "fiel dignitário e defensor" das causas do partido

O deputado eleito hoje nas legislativas da Madeira pelo Partido pelos Animais e pela Natureza, Rui Almeida, garantiu hoje que será um "fiel dignitário e defensor" das causas para que foi mandatado.

O PAN que se estreou em eleições na região obteve 2,13 por cento dos votos e elegeu um dos 47 deputados da Assembleia Legislativa da Madeira.

"Quero garantir aos milhares que votaram no PAN que tentarei ser um fiel dignitário e defensor dos princípios das causas pelas quais agora estou mandatado a falar no parlamento regional da Madeira", disse Rui Almeida.

Acrescentou que "apesar de ser o mais recente e jovem partido português, o PAN conseguiu este feito extraordinário e creio que muitos mais poderiam subscrever esta missão do PAN se não gerassem preconceitos relativamente ao seu nome, ao seu exercício de cidadania mais ativa e se informassem acerca dos princípios deste partido", argumentou.

Rui Almeida salientou que o partido tem "um projecto muito ambicioso", argumentando que "o modelo económico baseado no aumento de produção e estímulo do consumo está completamente ultrapassado".

"Devemos aspirar a um desenvolvimento integral das pessoas, a valorizarem a ética, a compaixão, a solidariedade e a afetividade, ao invés da competitividade, ambição pessoal, orgulho e individualismo", frisou.

"Estou contente por dar conta que existe um número crescente de pessoas que se reveem nas propostas do PAN, partilham das nossa preocupações e têm uma consciência apurada em relação a uma ou outra das causas do partido: humanitária, animal e ecológica", declarou o novo deputado.

Para Rui Almeida, o resultado das eleições de hoje demonstra que "existe uma abertura para um novo paradigma, uma nova maneira de estar e pensar".

"O PAN espera que a votação que teve mereça a detida reflexão por parte de outros partidos no poder relativamente ao seu significado, enquanto expressão de vontade de mudança", destacou

Rui Almeida congratulou-se pelo resultado "extraordinário do PTP que conseguiu um grupo parlamentar de três deputados" e lamentou que o BE, sendo um partido ativo não tenha conseguido eleger um deputado.

Exclusivos