'Operação secreta' da CGTP apanha PSP e SIS de surpresa

As "invasões" pacíficas de quatro ministérios em Lisboa, ontem, por sindicalistas da CGTP e ativistas do movimento Que Se Lixe a Troika, apanhou a PSP e o SIS completamente de surpresa.

O Governo já decidiu medidas de contingência para evitar novas surpresas. Ontem só no das Finanças estava um militar da GNR. Nos outros (Saúde, Economia e Ambiente) a segurança é feita por empresas privadas.

As "invasões" seguiram-se a uma jornada nacional de luta da CGTP que culminou com um comício em frente ao Parlamento onde o líder da central prometeu novas ações de luta.

O DN analisou também o acórdão do Tribunal Constitucional sobre a lei das 40 horas. Do qual se conclui: a lei é das 40 horas mas também pode não ser.

Leia mais pormenores no epaper do DN.

Exclusivos