Morreu o comandante Alpoim Calvão, aos 77 anos

O comandante Alpoim Calvão morreu na madrugada de hoje, aos 77 anos, confirmou à Lusa fonte oficial da Marinha.

Segundo a mesma fonte, o antigo militar português morreu no Hospital de Cascais, onde estava internado.

Guilherme Almor de Alpoim Calvão, um dos oficiais mais condecorados das Forças Armadas, nasceu a 6 de janeiro de 1937 em Chaves, viveu em Moçambique, frequentou a Escola Naval e esteve várias vezes na frente de combate na guerra colonial.

Participou no falhado golpe de estado de 11 de março de 1975, sobre o qual escreveu um livro, editado em 1995.

Alpoim Calvão foi o comandante da polémica operação militar "Mar Verde" na Guiné Conacri, a 22 de Novembro de 1970, com o objetivo de libertar prisioneiros de guerra portugueses, a destruição de lanchas do PAIGC e a eliminação do presidente Sékou Touré. Os militares portugueses, contudo, não conseguirem encontar Touré, que se encontrava fora do país.

Ler mais

Exclusivos