Morreu Luiz Roseira, fundador do PS

António Costa expressa a sua "profunda consternação" pela morte do fundador do partido, aos 91 anos.

O fundador do PS Luiz Roseira morreu hoje, aos 91 anos, de acordo com uma nota do partido, na qual o secretário-geral, António Costa, expressa a sua "profunda consternação".

"O secretário-geral do Partido Socialista, António Costa, e o Secretariado Nacional do PS manifestam a sua profunda consternação pela notícia do falecimento do camarada Luiz Roseira, um dos fundadores do nosso Partido", refere a nota.

Os socialistas recordam que, "para além do exercício da medicina e de um defensor incansável da sua região do Douro, Luiz Roseira foi sempre um ativo militante do Partido Socialista com quem colaborou ao longo das últimas décadas, sempre de forma desinteressada e apaixonada".

O secretário-geral do PS determinou que a bandeira do PS na sede nacional do Partido, no Largo do Rato, em Lisboa, seja colocada a meia-haste durante os dias de hoje e de quinta-feira, em memória de Luiz Roseira, refere ainda a nota, onde se expressam as condolências do partido à família e amigos do fundador do PS.

O velório de Luiz Roseira terá lugar hoje na Igreja do Foco (Porto), realizando-se o funeral com missa na quinta-feira às 13:30, seguindo depois para Covas do Douro, onde será enterrado.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.