Ministro da Educação já pediu inspeção à Lusófona

Em comunicado, o Ministério da Educação anunciou que o ministro Nuno Crato "solicitou ainda ontem ao Sr. Inspetor Geral da Educação e Ciência que iniciasse de imediato a inspeção à Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias".

O mesmo comunicado esclarece que esta inspeção surge "no âmbito das Auditorias Sistemáticas ao Ensino Superior Particular e Cooperativo".

Segundo o Ministério da Educação, tratar-se-à de uma "auditoria abrangente sobre todos os domínios", que terá como objetivo verificar "se as recomendações feitas na auditoria de 2009 foram entretanto cumpridas.

No mesmo texto, que surge em plena polémica sobre a licenciatura do ministro Miguel Relvas naquela universidade, o ministério garante que a "auditoria incidirá sobre questões recentes referentes à regularidade dos procedimentos de creditação de competências".