Menos 40% de gastos na campanha autárquica

O Conselho Nacional do PSD recomendou este sábado que os candidatos às eleições autárquicas cortem pelo menos 40% nas despesas de campanha.

A medida visa refletir o "esforço acrescido de contenção de despesas que se impõe na conjuntura atual", observou aquele órgão do PSD em comunicado.

A recomendação foi distribuída depois de o Conselho Nacional ter aprovado os nomes de todos os candidatos autárquicos do PSD, faltando aprovar apenas quatro nomes que já identificados, informou o vice-presidente Jorge Moreira da Silva.

A lista inclui os nomes de figuras como Fernando Seara e Luís Filipe Menezes, em torno dos quais há dúvidas na aplicação da lei de limitação dos mandatos.

Jorge Moreira da Silva sublinhou aos jornalistas que o facto de o PSD ser o primeiro partido a concluir o processo de candidaturas às autárquicas e mais cedo que o habitual traduz "o interesse e o empenho" do partido nessas eleições.

"O PSD quer vencer [as autárquicas] porque existem objetivos estratégicos" de reforma do Estado que "passam em grande parte pelo poder local", afirmou Moreira da Silva.

O responsável pelo processo autárquico dentro do PSD reafirmou que a lei de limitação de mandatos "é clara", pelo que o partido "não tem um plano B" para um cenário adverso.

Exclusivos

Premium

Clássico

Mais de 55 milhões de euros separam plantéis de Benfica e FC Porto

Em relação à época passada, os encarnados ultrapassaram os dragões no que diz respeito à avaliação do plantel. Bruno Lage tem à sua disposição um lote de jogadores avaliado em 310,7 milhões de euros, já Sérgio Conceição tem nas mãos um grupo que vale 255,5 milhões. Neste sábado, no Estádio da Luz, defrontam-se pela primeira vez esta temporada.