Marques Mendes: Estado separa BES bom do BES mau

No habitual comentário na SIC, Marques Mendes afirmou que a partir de segunda-feira vai nascer um novo BES. Segundo o mesmo, o Estado vai investir num BES bom e enviará os lixos tóxicos para o BES mau.

"Na segunda-feira nascerá um novo banco, com o mesmo nome, mas uma nova direção. Tudo o que é lixo estará de fora bem como todos os esqueletos. O novo accionista será um accionista único, o Fundo de Resolução, que não é do Estado mas é abastecido financeiramente pelos bancos todos do país", disse o antigo dirigente do PSD.

O novo dono do BES bom passará ser o Fundo de Resolução. Com esta medida, que faz parte do que afirmou ser uma "operação relâmpago", separam-se os ativos tóxicos para uma espécie de BES mau, o que permitirá posteriormente a venda do banco.

Marques Mendes afirmou ainda que "o banco vai ser recapitalizado e poderá ser entre 4 e 5 mil milhões de euros", acrescentando que se trata de "um empréstimo que será pago quando o banco for vendido, daqui a 4-6 meses".

Exclusivos