Maria Luís admite cortar as pensões atuais. CDS distancia-se

Maria Luís Albuquerque abriu a porta a um novo corte nas pensões que já estão em pagamento. O CDS distanciou-se dizendo que só aceitará se o PS também aceitar. Os socialistas dizem que nem pensar.

Mais munições da maioria PSD-CDS para a campanha do PS: depois dos relatos de Passos sobre a forma como Paulo Portas "irrevogavelmente" se demitiu por sms no verão de 2013; depois dos elogios do primeiro-ministro a Dias Loureiro; depois disso tudo, agora foi a vez de Maria Luís Albuquerque finalmente assumir o que poderá acontecer com as pensões: um novo corte. Um cenário do qual o CDS, segundo apurou o DN, se distancia, admitindo que tal só poderá avançar com um consenso alargado que inclua o PS.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Política
Pub
Pub