Louçã assume "uma derrota" do Bloco de Esquerda

O líder do BE assumiu hoje o "resultado muito negativo" do partido na Madeira, que perdeu o único deputado no Parlamento Regional, mas prometeu ir "à luta" no ciclo político que representará o "fim do jardinismo".

"Não creio que o BE seja o maior derrotado, mas certamente temos uma derrota", afirmou o líder bloquista, Francisco Louçã, em declarações aos jornalistas na sede do partido em Lisboa.

Reconhecendo o "resultado muito negativo" que o Bloco alcançou nas eleições regionais da Madeira, Francisco Louçã destacou, contudo, a "situação de fragilidade" que as esquerdas vivem atualmente na região autónoma.

"As esquerdas no seu conjunto representam hoje menos de 20 por cento do eleitorado da Madeira e vivem uma situação de fragilidade, incluindo o BE que teve um resultado muito negativo", disse Francisco Louçã.

Apesar do resultado, o líder do BE prometeu "ir à luta", porque o partido é "um corredor de maratona".

Exclusivos