General José Pinheiro alerta para a saída de pilotos

A capacidade operacional da Força Aérea está próxima do limite com a saída de pilotos para a aviação comercial, onde os salários são mais atrativos, alertou o chefe do Estado-Maior do ramo, José Pinheiro.

onde os salários são mais atrativos, alertou o chefe do Estado-Maior do ramo, José Pinheiro.

Em declarações à Agência Lusa, o general José Pinheiro manifestou "grande, grande preocupação" com a saída de pilotos para o setor privado, sobretudo para a aviação comercial portuguesa e recentemente para mercados internacionais.

"Há um limite a partir do qual a nossa capacidade operacional está em causa", frisou.

Questionado sobre se esse limite está a ser atingido, José Pinheiro afirmou: "estamos em risco de atingir esse limite".

Sem avançar números totais, José Pinheiro adiantou que nos "últimos meses" saíram sete pilotos e confirmou que a esquadra mais afetada é a dos helicópteros.

Abrangida pelas restrições orçamentais que afetam as Forças Armadas, a Força Aérea dispõe atualmente de pouca margem de manobra para investir na formação de mais pilotos, admitiu.

"A TAP é a grande sugadora de pilotos, mas não é a única. Periodicamente abre-se um concurso e nós não podemos prender as pessoas", que podem sair com um aviso de poucos dias após doze anos nos quadro, disse.

Questionado sobre que medidas estão a ser tomadas para prevenir uma eventual rotura da capacidade operacional, José Pinheiro disse apenas que tem estado "em contacto com a tutela política para ver medidas possíveis".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Escapar à Síria para voltar à Arménia de onde os avós fugiram

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.