Gaspar duramente criticado por militantes do PSD

O ministro das Finanças foi duramente criticado ontem à noite numa reunião com militantes do PSD em Lisboa.

O PS foi "desastroso" mas "a situação é completamente ridícula", disse-lhe um militante, que se identificou como Miguel Couto. "A nossa dívida já vai em 125% do PIB e há um milhão e meio de pessoas sem trabalho", disse, considerando que Portugal está num "abismo".

Ou seja, "a situação não é nada do que o senhor está a dizer", "parece que o senhor quer que a panela de pressão rebente".

Outro militante, Macieira Coelho, considerou que a "redução da procura interna" pela qual o Governo justifica o aumento da recessão em 2012 ocorre por culpa do próprio Executivo já que "é muito devida ao aumento de impostos".

Além do mais, "o Governo não está a fazer nada" pelo aumento das exportações, tendo esse aumento ocorrido porque "foram os empresários" a fazê-lo. Segundo disse, "o ministro das Finanças "tem desprezado o desenvolvimento e o crescimento" e "só se pensa em carregar nos impostos". "Porque não reduzir o IVA?", interrogou.

Um outro militante, Abílio Vilariça, atirou a Gaspar que "os impostos tiram dinheiro à economia". E também ele perguntou: "Não será por isso que as previsões falham sempre?"

Exclusivos