Gaia em risco de falência com dívida próxima dos 300ME

Vila Nova de Gaia é o segundo município mais endividado do País, só batido por Lisboa. Tribunal de Contas está a realizar uma auditoria ao último mandato, período durante o qual o mandatário de Menezes na última campanha ganhou mais de 332 mil euros em ajustes diretos

Vila Nova de Gaia corre o risco de ser tornar a Detroit portuguesa e entrar em processo de falência. De acordo com documentos a que o DN teve acesso, a dívida do município pode ficar muito próxima dos 300 milhões de euros, o que seria incomportável para os cofres e funcionamento da autarquia. A situação já era má, mas recentes decisões dos tribunais pioraram muito o problema e, só nos últimos três meses, os encargos do município aumentaram 62,5 milhões de euros por culpa de duas sentenças desfavoráveis de tribunais superiores.

De acordo com o balanço financeiro feito pela autarquia, a 30 de setembro de 2013 a dívida da câmara estava nos 218, 6 milhões de euros, da qual mais de 71% era dívida bancária (155,1 milhões de euros). O problema é que há neste momento 59 processos judiciais pendentes que - caso sejam desfavoráveis ao município - podem levar a que a dívida da câmara aumente em 75 milhões de euros, podendo atingir um valor total de 294 milhões.

Leia mais no DN E-paper

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".