"Declaração comprova necessidade de demissão do Governo"

A deputada do PEV considera que a declaração do primeiro-ministro é a prova da "necessidade de demissão" do Governo.

Heloísa Apolónia criticou duramente o anúncio de Pedro Passos Coelho de novas medidas de austeridade que implicam a rescisão de contratos com 30 mil funcionários públicos e uma contribuição adicional aos pensionistas.

"A declaração do primeiro-ministro veio comprovar a necessidade de demissão de um Governo que não tem escrúpulos e que vive alheado da realidade das pessoas. Não podemos aceitar esta fornada de funcionários públicos que vão para a rua", vincou a deputada do PEV.

Por outro lado, Heloísa Apolónia condenou a conceção de Estado do atual Executivo, que, segundo diz, "tem como finalidade reduzir o Estado ao mínimo e liquidar os serviços públicos" do País.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.