Costa desmente decisão de não apoiar Sampaio da Nóvoa

Líder socialista diz que não expressou apoio a Maria de Belém Roseira e insiste que a prioridade do PS são as legislativas.

O líder do PS desmentiu ontem que esteja a equacionar o apoio a uma eventual candidatura da antiga presidente do partido e ex-ministra Maria de Belém Roseira à Presidência da República.

Questionado pelos jornalistas sobre as notícias publicadas ontem sobre o assunto pelo semanário Sol e pelo diário i, admitindo que o PS iria retirar o seu apoio à candidatura presidencial do reitor honorário da Universidade de Lisboa, António Sampaio da Nóvoa, o secretário-geral socialista retorquiu que "não se pode confiar em todas as notícias".

"Não disse nada" de novo sobre a matéria, prosseguiu António Costa, pois "o que tenho dito [é que] no momento próprio o PS pronunciar-se-á sobre as eleições presidenciais. Esse momento não está definido, a nossa prioridade são as eleições legislativas", sublinhou ainda o secretário-geral socialista.

Outras figuras socialistas como o poeta e ex-candidato presidencial Manuel Alegre, a eurodeputada Ana Gomes e a antiga deputada europeia Edite Estrela assumiram uma posição idêntica quando ques- tionadas pelo DN: esta não é a altura para falar das presidenciais.

Posição diferente adotou o fundador e ex-militante do PS Alfredo Barroso, segundo o qual, em matéria de presidenciais, o partido "vai de disparate em disparate".

Considerando que "não tem qualquer sentido" Maria de Belém Roseira "ser candidata" ao Palácio de Belém, Alfredo Barroso reconheceu "o direito" da ex-ministra da Saúde em avançar para as presidenciais se o entender fazer.

Coisa diferente, insistiu esse fundador do PS, é Maria de Belém Roseira ter "perfil político" para exercer o cargo de Presidente da Re-pública. "Não apoio Sampaio da Nóvoa, desde que ele disse que o seu modelo era o general Ramalho Eanes, mas ainda menos apoiaria" a antiga presidente do partido - até porque "nunca se afirmou politicamente".

Além do académico António Sampaio da Nóvoa, que suscita o apoio e a rejeição de diferentes correntes socialistas, outro candidato já assumido a Belém e com ligações diretas ao PS é o empresário e antigo deputado socialista Henrique Neto.

Exclusivos

Premium

Betinho

"NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus há seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.