Contrato de 2,5 milhões para ex-colaborador de Passos

Fernando Sousa, antigo colaborador de Pedro Passos Coelho na Tecnoforma, empresa em que o atual primeiro-ministro foi consultor, ganhou um contrato público de 2,5 milhões de euros para "seleção, eliminação e inventariação das fontes documentais existentes nos Governos Civis", através do Cepese (Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade).

A tarefa foi adjudicada em 27 de fevereiro de 2013 pelo então secretário de Estado adjunto do MAI, Juvenal Silva Peneda - que anos antes (em 2006) tinha colaborado com o Cepese.

A cronologia do caso revela ainda que primeiro a tarefa foi adjudicada ao Cepese (em fevereiro de 2013) e só depois (em março) saiu uma portaria lançando um concurso público para escolha da entidade que faria o tratamento dos espólios dos governos civis, extintos pelo atual Governo.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Ler mais

Exclusivos