Cinco mulheres e quatro seguristas na lista de Ferro

A lista para a bancada socialista, liderada por Ferro Rodrigues, integra quatro vice-presidentes que apoiaram o líder demissionário António José Seguro, o ex-ministro Vieira da Silva e cinco mulheres.

João Paulo Correia, Jorge Fão, Mota Andrade e Pita Ameixa são os quatro vice-presidentes escolhidos por Ferro Rodrigues que foram apoiantes de António José Seguro nas eleições primárias socialistas.

Entre as novidades está o nome do ex-ministro da Economia e da Segurança Social Vieira da Silva, que já esteve ao lado de Ferro Rodrigues na direção do PS, quando o futuro presidente da bancada socialista desempenhou as funções de secretário-geral entre 2002 e 2004.

O futuro presidente do Grupo Parlamentar do PS, Ferro Rodrigues, afirmou hoje que procurou constituir uma direção da bancada que traduzisse "qualidade" e "diversidade" e, numa nota de unidade, disse contar com "todos" os deputados socialistas.

Numa carta dirigida aos deputados do PS, à qual a agência Lusa teve acesso, Ferro Rodrigues deixa "uma palavra de agradecimento" ao seu antecessor no cargo, Alberto Martins, e explica os motivos que o levaram a aceitar as funções de presidente do Grupo Parlamentar.

"Aceitei o convite do nosso camarada António Costa para apresentar a minha candidatura a presidente do Grupo Parlamentar do PSe, desta forma, abandonar a vice-presidência da Assembleia da República, porque estou plenamente convicto que o momento que vivemos exige de todos nós o melhor do nosso esforço", escreveu o ex-secretário-geral do PS.

A lista para a direção da bancada do PS, que será votada esta sexta-feira pelos deputados socialistas, integra nas vice-presidências Ana Catarina Mendes, Hortense Martins, Inês Medeiros, Isabel Santos, e Sónia Fertuzinhos.

Ferro Rodrigues escolheu Pedro Nuno Santos e Marcos Perestrello, que continuam nas funções de vice-presidentes do Grupo Parlamentar do PS.

Para o Conselho Fiscal do Grupo Parlamentar do PS, Ferro Rodrigues propôs a deputada Odete João, tendo como vogais Agostinho Santa e Renato Sampaio.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.