Cavaco diz que Portugal precisa de "boas notícias"

O Presidente da República admitiu hoje, durante uma visita a Melgaço, que Portugal precisa de "boas notícias" e que apesar das dificuldades o tempo deve ser também de "esperança num futuro melhor".

"Nas grandes cidades, meus amigos, não faltam as más notícias. E nós, quando chegamos aqui [Melgaço], recebemos algumas boas notícias. E nós precisamos de algumas boas notícias, mas na esperança de um futuro melhor", afirmou Cavaco Silva, durante a inauguração, na manhã de hoje, das novas instalações da Escola Superior de Desporto e Lazer (ESDL) de Melgaço.

Na sua intervenção oficial, o Presidente da República admitiu que no interior do país, como é o caso de Melgaço, no distrito de Viana do Castelo, "encontram-se sinais" de que apesar dos "tempos difíceis" atuais, "queremos que seja também um tempo de esperança num futuro melhor".

"Quando eu venho aqui a este interior levo comigo um ânimo mais forte do que aquele que trazia quando chegava", disse ainda Cavaco Silva.

Antes, igualmente durante a manhã, Cavaco Silva inaugurou o recuperado Parque Termal do Peso, também em Melgaço, que abriu portas em abril após obras de 5,5 milhões de euros que terminaram com um estado de degradação que se arrastava há mais de uma década.

"Vale a pena sublinhar a reposta que ele [parque termal] dá a uma das doenças que atinge um milhão de portugueses, que são os diabetes. É algo que vale a pena ser sublinhado", disse.

A isto, Cavaco Silva acrescentou que o "turismo de saúde e de bem-estar" deve ser uma aposta nacional, até porque "já la vai o tempo em que o turismo no nosso país era apenas de sol e praia", recordando que esta atividade representa "exportações", as quais "melhoram as nossas contas externas".

"Quando fornecemos serviços termais a estrangeiros estamos a exportar cuidados de saúde. Penso que Portugal tem condições para exportar cuidados de saúde", disse ainda o Presidente da República.