Carta de Menezes às Finanças é "hipocrisia política"

O candidato do PS à Câmara do Porto, Manuel Pizarro, considerou hoje em comunicado que a carta do seu opositor do PSD enviada ao ministro das Finanças sobre a sociedade Porto Vivo (SRU) "é exemplo de hipocrisia política".

O candidato do PSD à autarquia portuense, Luís Filipe Menezes, anunciou na sexta-feira ter enviado ao ministro das Finanças uma carta na qual apela ao desbloqueio da verba devida à Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU), iniciativa que Manuel Pizarro considerou hoje "um refinado exemplo de hipocrisia política".

"Nos últimos dois anos o autarca de Gaia [Menezes é o atual presidente da autarquia gaiense] tem estado sempre do lado do Governo contra o Porto. Não faltam exemplos: esteve do lado do Governo contra o Porto em relação à autonomia do Porto de Leixões, à privatização da ANA sem acautelar o Aeroporto Sá Carneiro, ao corte dos apoios à Casa da Música", referiu Manuel Pizarro num comunicado enviado à Agência Lusa, considerando que a carta enviada agora é "incoerente".

Em relação à SRU, Manuel Pizarro recordou que "ainda em abril" Luís Filipe Menezes "criticou o funcionamento" desta empresa, "colocando-se do lado do Governo contra o Porto, dando razão à posição do IHRU [Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana]".

"O autarca de Gaia muda agora de posição apenas por taticismo político, assustado com a reação da sociedade portuense ao comportamento do Governo", defendeu.

O candidato socialista disse acreditar que "o povo do Porto nunca gostou de quem se comporta desta forma incoerente", prometendo: "O Governo PSD/CDS e os seus representantes no Porto, com o autarca de Gaia à cabeça, vão ter a resposta que merecem".

Manuel Pizarro considerou que Luís Filipe Menezes escreveu agora ao Governo para "escamotear as responsabilidades do presidente do IHRU, cuja demissão este processo torna inevitável".

"Veremos qual é a posição de Menezes, o principal representante do Governo no Porto, sobre esta matéria", pode ainda ler-se no documento.

Assim, o PS do Porto reafirmou, através do seu candidato autárquico, "a sua total solidariedade com a posição da Câmara Municipal do Porto, que tem sido expressa em forma repetida".

O documento assinado pelo candidato rosa adianta, por fim, que para 12 de junho está agendada "uma iniciativa legislativa do deputado Manuel Pizarro, que será debatida no Plenário da Assembleia da República", sobre o tema da SRU do Porto.

O presidente do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) revelou, em abril, que aquele organismo reprovou as contas da Sociedade de Reabilitação Urbana Porto Vivo relativas a 2012 para evitar a insolvência da empresa.

Ler mais

Exclusivos