Auditoria da ministra não encontra vistos gold mal concedidos mas arrasa regras do projeto de Portas

Inspeção-Geral da Administração Interna recomenda alterações legislativas ao projeto e a elaboração de Manual de Procedimentos "claro e transparente".

"Desconformidade de procedimentos"; "confusão"; "inexistência de regras claras"; "desarmonia"; "desorganização"; "controlo interno muito incipiente e fraco". Estas são apenas algumas das falhas - de um extenso rol - detetadas pela auditoria aos vistos gold, elaborada pela Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI), a pedido da ministra Anabela Rodrigues.

Mas, apesar de arrasar os procedimentos do projeto idealizado por Paulo Portas e criado em 2012, o DN sabe que a inspeção não encontrou ilegalidades na atribuição de residência para atividade de investimento. Ou seja, segundo a IGAI, não houve vistos mal concedidos.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.