António Filipe diz que todos deviam fazer como Guterres

O deputado comunista António Filipe considerou hoje que seria bom que todos os anteriores primeiros-ministros fizessem como António Guterres e assumissem as suas responsabilidades pela atual situação do país.

António Filipe, também vice-presidente da Assembleia da República, falava à agência Lusa no segundo dia do XIX Congresso do PCP, que decorre até domingo em Almada.

Em entrevista à RTP, o alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados, António Guterres, afirmou que todos os que exerceram funções governativas em Portugal tentaram fazer o seu melhor, mas têm responsabilidades no facto de Portugal não ter ultrapassado os défices tradicionais.

"António Guterres sabe do que fala, porque o PCP tem dito que a situação a que o país chegou é responsabilidade dos sucessivos governos nas últimas décadas. Obviamente que António Guterres assume essa responsabilidade e era bom que todos fizessem o mesmo e assumissem a sua quota-parte de responsabilidades", afirmou.

Interrogado sobre como encara as recentes declarações de António Guterres, em Paredes, o deputado comunista não fez qualquer leitura política.

"Não acho que tenha nada de especial, porque é uma figura pública portuguesa e é perfeitamente natural que possa prestar depoimentos sobre aquilo que entende. Não atribuo a isso qualquer significado especial", respondeu.

Ler mais

Exclusivos

Premium

adoção

Técnicos e juízes receiam ataques pelas suas decisões

É procurador no Tribunal de Cascais há 25 anos. Escolheu sempre a área de família e menores. Hoje ainda se choca com o facto de ser uma das áreas da sociedade em que não se investe muito, quer em meios quer em estratégia. Por isso, defende que ainda há situações em que o Estado deveria intervir, outras que deveriam mudar. Tudo pelo superior interesse da criança.