Albuquerque: o homem do jazz que desafinou o bailinho de Jardim

O novo presidente do PSD/M defende um "novo ciclo político". O homem que um dia ousou desafiar o invencível Jardim nas urnas é agora o seu sucessor e já pede maioria absoluta. É amigo de Passos desde os tempos da "jota"

A revolta de Miguel Albuquerque na Madeira não foi igual à do avô Ernesto que em 1931 desafiou a ditadura. A guerra foi outra, em democracia, mas para os seus apoiantes foi igualmente corajosa: desafiou a hegemonia de Alberto João Jardim no arquipélago e num partido de "pensamento único", segundo palavras do próprio Albuquerque.

Fã de botânica, não deixa de ser uma ironia semântica que tenha derrotado Jardim. Ou melhor, o jardinismo. Miguel Albuquerque venceu na segunda-feira as eleições do PSD/Madeira com 64% dos votos, derrotando o candidato preferido do atual presidente madeirense, o secretário regional Manuel António Correia.

Leia mais na edição impressa ou em DN e-paper.

Ler mais

Exclusivos