Albuquerque gasta menos que Jardim, mas mais que PS, CDS, CDU e BE juntos

PSD-Madeira estima gastar 761 059 euros na campanha para as eleições regionais que se realizam a 29 de março, menos 30% do que Jardim previa gastar em 2011

A candidatura do líder do PSD/M, Miguel Albuquerque, vai gastar menos um terço do que a de Alberto João Jardim nas últimas eleições regionais (realizadas em 2011). Os gastos orçamentados baixam de 1 079 400 euros para pouco mais de 761 mil euros. O valor será ainda bastante inferior (menos de metade) se for tido em conta o que Jardim acabaria, na realidade, por gastar: 1 957 059 euros.

Ainda assim, o PSD gastará mais nas regionais que os maiores partidos (a nível nacional) todos juntos: a coligação Mudança (que inclui o PS, mas também PTP, PAN e MPT) vai gastar 295 mil euros, o CDS (segunda força mais votada em 2011) fica-se pelos 176 mil euros, a CDU pelos 118 mil euros e o Bloco de Esquerda pelos 35 mil euros.

O partido de Marinho e Pinto (PDR, que viu a candidatura impugnada e recorreu para o Tribunal Constitucional) prevê gastar 55 mil euros. Destaque ainda para o movimento Juntos Pelo Povo que prevê gastar 150 mil euros.

Ler mais

Exclusivos