Alberto Martins: Governo quer "continuar na mesma"

O dirigente socialista Alberto Martins responsabilizou o PSD pelo fracasso das negociações para um acordo de "salvação nacional", acusando os sociais-democratas de "desastre de análise política", "falta de realismo" e de quererem "continuar tudo na mesma".

"Estas negociações são umas negociações que se concluíram desta forma porque o governo quer continuar na mesma e continuar na mesma para nós é um desastre nacional", afirmou Alberto Martins, que presidiu às negociações para um acordo de salvação nacional, pedido pelo Presidente da República, à margem de uma ação de campanha do PS em Matosinhos.

Alberto Martins explicou que o PS apresentou propostas "para um novo rumo para Portugal" na mesa de negociações, mas que "o PSD quer continuar tudo na mesma".

"Os portugueses só podem responsabilizar o PSD por estes dois anos de desastre, o PS queria sair disto, o presidente da República também queria sair disto. O PSD não quer, quer continuar onde está", assinalou.