"Governo só se compromete" até 2015, diz Marques Guedes

O documento aprovado este sábado em Conselho de Ministros visa o médio prazo, mas o Governo só se compromete com o seu cumprimento até 2015, afirmou o ministro da Presidência, Luís Marques Guedes.

Luís Marques Guedes negou haver contradição entre "o fôlego" do documento, intitulado "Caminho para o crescimento", e o calendário de datas para a sua execução, que termina em 2015.

"O Governo só se compromete com o que pode cumprir no seu mandato", insistiu Marques Guedes, no final do Conselho de Ministros que aprovou o referido documento em inglês - primordialmente dirigido ao estrangeiro - com a respetiva versão em português.

O secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro relativizou a inexistência de consensos com a oposição e o PS em particular, dado estarem em causa "reformas estruturais" que "não têm qualquer ideologia" - desde logo na área económica, frisou Carlos Moedas.

"As medidas concretas" inscritas no documento limitam-se ao mandato do Governo, que termina em 2015, mas os seus conteúdos "são para o futuro" - que passa por uma economia com "menos barreiras e menos rigidezes", sublinhou Carlos Moedas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG