Governo lança "simulador" de cortes nas pensões

No portal do Governo é apresentada ferramenta para pensionistas fazerem contas aos cortes de que serão alvo. Executivo fala em "esforço" de pensões mais elevadas. CES atinge pensões de 1000 euros brutos.

A contribuição extraordinária de solidariedade (CES) vai atingir todas as pensões a partir dos mil euros brutos durante este ano. Argumenta o Executivo - num simulador disponibilizado no seu portal - que, "no desenho da CES para 2014, o Governo optou por pedir um esforço aos pensionistas com rendimentos mais elevados, pois a alternativa seria aumentar as contribuições dos trabalhadores no ativo e das empresas para a Segurança Social".

A seguir ao simulador é descrita em linguagem gráfica "como vão ficar as pensões em 2014" em que o Governo avança com as suas justificações para os cortes agora definidos. Para além dos argumentos demográficos, dos "desequilíbrios financeiros" dos sistemas de pensões, refere-se que esta medida foi "criada em 2011 com a troika", da qual estão isentos "87% dos pensionistas".

E apresentam-se "exemplos práticos da aplicação da CES em 2014", omitindo o facto de, aos cortes provocados pela CES, se ter de somar os restantes descontos - uma vez que estes cortes são feitos ao valor da pensão bruta mensal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG