Governo deve ouvir os protestos populares contra a extinção de freguesias

O secretário-geral do PS, António José Seguro, desafiou hoje o Governo a ouvir os autarcas e os "representantes da população" que se manifestaram em Lisboa contra a proposta de extinção de freguesias.

António José Seguro falava aos jornalistas no final da Comissão Nacional do PS, num comentário à dimensão da manifestação de hoje em Lisboa contra a extinção de juntas de freguesia, que, segundo a organização, juntou cerca de 200 mil pessoas.

"Já que o Governo não quis ouvir o PS que agora, ao menos, ouça os milhares de autarcas e representantes da população que desfilaram em Lisboa", afirmou António José Seguro.

A seguir, o líder dos socialistas reiterou as suas críticas ao Governo sobre o processo de extinção de freguesias.

"Durante tantos meses, o Governo não quis ouvir a proposta do PS para a reforma do Poder Local e não quis ouvir o PS a chamar a atenção para o disparate que estava a fazer com a proposta de extinção de freguesias, feita a régua e esquadro", declarou.

Para Seguro, ao longo dos últimos meses, o Governo "nunca se preocupou com a organização do território e com o respeito pela vontade das populações".

Exclusivos