Gaspar admite mudar medidas do Orçamento

O ministro das Finanças admitiu no Parlamento atenuar as medidas de agravamento fiscal e redução das despesas sociais que foram anunciadas para o Orçamento de 2013.

Vítor Gaspar respondia ao repto lançado pelo líder do grupo parlamentar do CDS, Nuno Magalhães, que minutos antes avisou que o Orçamento não está fechado.

Gaspar afirmou que as medidas anunciadas "estão em progresso e podem ser aprofundadas".

"Faremos todos os esforços para diminuir a despesa das administrações públicas e procuraremos atenuar o conjunto de medidas de agravamento fiscal e de redução das despesas sociais. Esse é um esforço da maior importância."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG