Fiscalização chumba "Google" das polícias

O primeiro ano de funcionamento do sistema de informação criminal, uma plataforma informática através da qual as polícias e o Ministério Público (MP) deviam trocar dados sobre os criminosos em investigações, revelou-se um estrondoso fracasso.

2013 seria o "ano zero" para o "Google" das forças e serviços de segurança, mas, segundo o relatório do conselho de fiscalização desta estrutura, principalmente devido a problemas técnicos, a utilização foi reduzida.

A situação é grave, a ponto de as falhas técnicas estarem a pôr em causa a própria fiscalização da oficialmente designada Plataforma Integrada de Informação Criminal (PIIC), dificultando o controlo de possíveis acessos ilegais que violam direitos, liberdades e garantias dos cidadãos com registos nas bases de dados policiais.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG