Ex-diretor da Lusa ameaça processar por difamação

O antigo diretor da Lusa Luís Miguel Viana ameaça processar por difamação José Manuel Fernandes, por este ex-diretor do Público ter afirmado que ele teria negociado diretamente com José Sócrates a cobertura das eleições legislativas de 2009.

O ex-diretor do Público afirmou hoje, na Comissão Parlamentar para a Ética, a Cidadania e a Comunicação, que o executivo socialista de José Sócrates teria negociado diretamente com Luís Miguel Viana a contratação de meios da Agência Lusa para a cobertura noticiosa da campanha das eleições legislativas de 2009, ganhas pelo PS. José Manuel Fernandes disse ainda que estas negociações eram feitas diretamente com José Sócrates, "e à revelia do ministro da tutela", Augusto Santos Silva.

Luís Miguel Viana diz que esta afirmação é "totalmente falsa" e "caluniosa". Por isso, logo que tenha acesso à gravação da declaração, irá processar José Manuel Fernandes por difamação.

O antigo diretor da Agência Lusa salienta que as contratações de meios e de jornalistas foram sempre e apenas negociadas com o presidente da empresa. E acrescenta: "Nunca falei sobre este assunto com o ministro Augusto Santos Silva e muito menos com José Sócrates".

Luís Miguel Viana diz que todas as contratações que fez na Lusa foram "transparentes" e "podem ser escrutinadas" nos orçamentos da empresa.

O antigo diretor da Agência Lusa (que ocupou este lugar entre 2006 e 2011) recorda ainda que "a edição das peças noticiosas sobre a campanha eleitoral para as legislativas de 2009 foi feita por Rui Batista, o então editor de Política da Lusa e agora assessor do atual primeiro ministro, Pedro Passos Coelho". E explica: "Fui eu quem o escolhi para editor de Política".

Luís Miguel Viana diz-se surpreendido com as declarações de José Manuel Fernandes, de quem foi sub diretor no jornal Público, entre 2000 e 2002, acrescentando: "Penso que ele tem uma fixação em mim, porque quando ainda era diretor desse jornal envolveu-se pessoalmente em artigos noticiosos que procuravam manchar a minha imagem".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG