Estado vai lançar concurso internacional de venda

O presidente dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) anunciou esta terça-feira que vai ser lançado em breve um concurso público internacional para vender o navio Atlântida.

Jorge Camões disse estar praticamente tudo preparado para lançar o concurso de alienação de um navio construído pelos ENVC e depois rejeitado pela empresa pública açoriana que o encomendou.

O presidente do ENVC intervinha perante a Comissão parlamentar de Defesa, no âmbito das audições em curso sobre uma empresa que vai ser extinta para, segundo o acionista e o Governo, se evitar o pagamento de 181 milhões de euros de ajudas estatais que Bruxelas entende terem sido ilegalmente concedidas aos estaleiros entre 2006 e 2012.

Numa audição onde praticamente tudo já tinha sido abordado, Jorge Camões voltou a deixar a interrogação sobre o porquê de os Açores terem rejeitado o Atlântida e reafirmou o grande dano que essa decisão causou à imagem externa dos ENVC.

O administrador Jorge Pinho adiantou que já houve 75 rescisões contratuais e existem 106 trabalhadores que manifestaram intenção de o fazer.

Até ao fim da semana esperam já ter 109 rescisões, adiantou Jorge Pinho.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG