"Estado permitiu que indivíduo tivesse mais escolhas"

"Foi o Estado que permitiu que o indivíduo tivesse mais escolhas", defendeu esta quinta-feira o ex-primeiro-ministro José Sócrates, numa aula sobre "o papel do Estado na sociedade contemporânea

Por oposição ao neoliberalismo, cujo enquadramento histórico e ideológico motivou grande parte da sua intervenção, Sócrates sublinharia que "o Estado social do século XX não veio condicionar ou limitar o indivíduo, veio libertar o indivíduo".

E criticou "todos os que combatem o Estado em nome do indivíduo" por estarem "a virar a história de pernas para o ar". A história do século XX deu-lhe exemplos para esta tese, recordando os anos de reconstrução da Europa após a Segunda Guerra Mundial e o papel do Estado social. "Estes anos aumentaram os níveis de liberdade", justificou, numa conferência no ISCTE em Lisboa.

Como socialista acabou por se dizer "desolado por a esquerda não estar mais presente" na defesa do Estado social. "É um debate em que a esquerda não pode estar à defesa, tem boas e sólidas razões para estar ao ataque."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG