Empurrões e outras cenas no parlamento regional

Os trabalhos no plenário da Assembleia Legislativa da Madeira foram hoje mais uma vez interrompidos na sequência de uma cena protagonizada pelos deputados do PTP.

Tudo aconteceu depois do presidente do Parlamento, Miguel Mendonça, após ter advertido várias vezes o deputado José Manuel Coelho para "moderar a sua linguagem" e "não pessoalizar a intervenção", ter decidido retirar-lhe a palavra.

O outro deputado da bancada do PTP José Rocha protestou e criticou a decisão da mesa, tendo o presidente ordenado aos funcionários da Assembleia Legislativa que o retirassem da sala.

José Rocha recusou acatar a ordem, tendo provocado uma cena de empurrões entre os funcionários e os três deputados do PTP já no exterior da sala do plenário.

O deputado José Manuel Coelho e a filha, a parlamentar Raquel Coelho, continuaram a discutir e a insultar os funcionários da Assembleia, protestando pelo tratamento dispensado.

E no exterior da sala José Manuel Coelho chegou mesmo a empurrar de forma mais violenta um dos funcionários do Parlamento madeirense.

Os trabalhos do plenário foram entretanto retomados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG