Empate adia escolha de candidato autárquico do PS

Um empate de votos a favor e contra a candidatura de Artur Melo à Câmara do Marco de Canaveses obrigou a comissão política concelhia do PS a adiar o processo, disse à Lusa um dirigente local.

Segundo Agostinho Pinto, presidente da concelhia do PS, na votação realizada no sábado, Artur Melo recebeu 14 votos a favor, tanto quantos os dirigentes que optaram por não apoiar aquela candidatura. Verificaram-se ainda dois votos brancos.

"Estamos num impasse, porque os estatutos não preveem esta situação", admite o líder da concelhia, reconhecendo ter ficado surpreendido com o resultado.

Elementos da concelhia vão reunir-se esta semana com dirigentes da Federação do Porto para decidir o que fazer face à presente situação. Agostinho Pinto diz haver dois caminhos: uma nova eleição para escolher o candidato ou a distrital avocar o processo.

"O modelo pacífico para o PS é o meu modelo", disse o presidente da concelhia, sem especificar qual das soluções defende.

Para Agostinho Pinto, é prejudicial andar com lutas internas que prejudiquem o partido, porque, sublinhou, "os adversários do PS estão lá fora".

Questionado sobre se o resultado de sábado o surpreendeu, uma vez que Artur Melo merecia a preferência de vários dirigentes do Secretariado, o líder concelhio admitiu a surpresa, mesmo sabendo que a proposta "não reunia unanimidade".

Este resultado, segundo o dirigente, indica que haveria espaço para que as eleições se tivessem realizado com duas candidaturas.

"Nesse caso, com certeza, não havia empate", considerou.

A Lusa tentou, sem sucesso, obter uma reação de Artur Melo.

O PS é a terceira força política do Marco de Canaveses, um concelho dominado com maioria absoluta pelo PSD do presidente da Câmara Manuel Moreira.

A segunda força autárquica neste município é o movimento independente de Avelino Ferreira Torres.

Exclusivos

Premium

Liderança

Jill Ader: "As mulheres são mais propensas a minimizarem-se"

Jill Ader é a nova chairwoman da Egon Zehnder, a primeira mulher no cargo e a única numa grande empresa de busca de talentos e recursos. Tem, por isso, um ponto de vista extraordinário sobre o mundo - líderes, negócios, política e mulheres. Esteve em Portugal para um evento da companhia. E mostrou-o.