Dois emigrantes insultam e perseguem Passos Coelho

Dois manifestantes que integravam um grupo de uma dúzia de portugueses que protestava em frente ao consulado geral de Portugal em Paris foram identificados pela polícia, depois de se terem aproximado do carro do primeiro-ministro e o terem insultado.

Os dois emigrantes portugueses em França - dois jovens, um de 29 anos e outro de 31 - correram atrás da viatura que transportava Pedro Passos Coelho e bateram no carro.

O incidente registou-se quando o primeiro-ministro entrava no consulado, onde vai ter um encontro com a comunidade portuguesa, no âmbito da visita de trabalho que realiza hoje a França.

Os restantes manifestantes gritavam palavras de ordem como "Governo para a rua, a luta continua", tendo a polícia francesa pedido que aguardassem a chegada do primeiro-ministro do lado da estrada oposto ao do consulado.

Os manifestantes disseram à Lusa que, por não terem comunicado o protesto, a polícia lhes solicitou que retirassem os cartazes, nos quais se liam frases como "FMI igual a fascismo".

Exclusivos