Deputados do PS, PCP e BE vão às manifestações de sábado

Deputados do PS, PCP e BE participarão nas manifestações contra as medidas de austeridade, convocadas para sábado pelas redes sociais e que contam com mais de 42 mil presenças "confirmadas" no facebook.

O deputado do PS e líder da distrital de Aveiro, Pedro Nuno Santos, confirmou à Lusa a presença na manifestação do Porto, assim como o deputado socialista e líder da JS, Pedro Alves, que referiu que não se trata de uma "presença institucional", de forma a respeitar o "caráter apartidário" das manifestações, que decorrerão em mais de 20 cidades portuguesas.

O coordenador do PS na comissão parlamentar de Finanças, João Galamba, disse à Lusa que "em princípio vai", porque apesar de não se identificar inteiramente com o 'slogan' da manifestação - "Que se lixe a 'troika', queremos as nossas vidas" -, considera que "é importante participar num movimento de levantamento do país contra esta loucura".

O deputado socialista, que chamou ao ministro das Finanças, no Parlamento, um "governante perigoso" e "irresponsável", explicou à Lusa que nunca foi muito de ir a manifestações e para identificar alguma teve de recuar aos desfiles do 25 de Abril, aos quais foi "em miúdo".

A constitucionalista e deputada independente eleita pelo PS Isabel Moreira disse à Lusa que só não vai à manifestação porque estará fora do país, mas sublinhou que, a manterem-se estas medidas, participará em futuros protesto de rua, além de trabalhar por "alternativas" no quadro do seu grupo parlamentar e em conjunto com o PS e o seu secretário-geral.

Membros do PCP, incluindo o deputado Miguel Tiago, estarão presentes nas manifestações, confirmou à Lusa fonte oficial do partido.

No Bloco, pelo menos as deputadas Catarina Martins e Ana Drago participarão nas manifestações, segundo confirmou o grupo parlamentar bloquista, mas esperam-se outras figuras dessa área política nos protestos.

Daniel Oliveira tem apelado à participação na manifestação na sua página do facebook, assim como antigo eurodeputado independente eleito pelo BE Rui Tavares.

Exclusivos